O último dia do ano

sábado, dezembro 31, 2011


Há tempos me despeço dos anos com um ar de lamento, uma acidez peculiar. Dessa vez será diferente, bem diferente. Primeiro, porque aprendí a olhar os problemas sob uma ótica diferente e assim, tratá-los de uma maneira menos "corrosiva" à mim. Descobri também que para cada criatura perversa com que nos deparamos seja na internet, tv ou no nosso cotidiano, existe uma pessoa do bem em algum lugar fazendo algo para melhorar o mundo, sendo muito melhores que nós. O equilíbrio existe. Hoje acredito nisso. Sei que dependemos de nós mesmos para conseguir esse equilíbrio, mas que surpresas positivas acontecem. Hoje, eu estava murchinha em casa, à tarde quando, assim, do nada, recebí dentro de uma sacolinha de poá, decorada com um mini buquê de flores, um mimo recheado de cartões com mensagens lindas de carinho, amizade, paz, amor... tudo de bom! Estive rodeada de gente do bem durante 2011 e por isso só tenho a agradecer. O saldo foi excelente. Se eu tiver que resumir 2011 em uma só palavra, eu diria: Descobrimento!
Um feliz 2012 para todos.

Você pode gostar também

1 comentários

Postagens Populares

Facebook

Flickr Images

//]]>